O final dos anos 90 não foi uma época agradável para os torcedores do Fluminense, que sofreram com seguidos rebaixamentos. Quem não sofreu, e ainda se deliciou com tudo isso, foram os rivais. Mas há um capítulo neste trecho da história do time tricolor que se tornou uma verdadeira lenda do mundo do futebol. E não estamos falando do Fluminense 2×3 Lagartense, que é uma óbvia piada espalhada pela internet. Estamos falando de um confronto ainda mais impressionante e surreal. Um duelo entre Fluminense e uma equipe da MTV.

Bom, se você tem em torno dos 20 a 30 anos, deve ter acompanhando grandes momentos desta moribunda emissora de TV. A MTV resolveu patrocinar o Tricolor das Laranjeiras, sabe-se lá por qual razão. Em uma ação entre clube e patrocinador, decidiram realizar um amistoso beneficente. O problema é que o Fluminense havia recém sido rebaixado para a série B do Campeonato Brasileiro. O técnico Edinho Nazareth sequer quis participar do evento e declarou na época: “Não vou ficar no banco para comandar um jogo de cata-cata”. 

O duelo aconteceu no dia 1º de dezembro de 1997, no não menos mítico estádio de Moça Bonita, em Bangu. O Fluminense venceu pelo elástico placar de 12 a 0. Os gols foram marcados por Roger (2x), Arthur (2x), Flavinho, Dirceu, Jorge Luís, Yan (2x), Cadu, Marcelo Cardoso e Márcio Costa. Isso tudo em apenas 50 minutos, já que a partida foi disputada em dois tempos de 25. O árbitro da partida foi Daniel Pomeroy, que já foi árbitro FIFA.

Não conhece a maioria desses jogadores do Flu? Mas aposto que o time da MTV é bem mais familiar. Entraram em campo os seguintes “jogadores”: Andreas Kisser e Igor Cavalera (Sepultura), Lello e Samuel (Skank), Frejat e Guto Goffi (Barão Vermelho), os VJ’s Edgar e Rodrigo, Dado Villa-Lobos (Legião Urbana), Toni Garrido (Cidade Negra), o cantor Ivo Meirelles e o ator e líder da Blitz, Evandro Mesquita.

“A gente também não achou legal aquele jogo. Não tínhamos motivos para festejar”, disse o meia Yan, em entrevista ao jornal Extra, do Rio de Janeiro. Entretanto, foram arrecadados 3.500 kg de alimentos não perecíveis, como doação a Fundação Cazuza, pelo Dia Internacional de Combate à Aids. Pela internet, criou-se o mito de que o placar teria sido 12 a 1, com o gol da MTV sendo marcado pelo VJ Cazé Peçanha. Mas nossa pesquisa sequer encontrou registros da participação de Cazé no amistoso, quanto mais de ter marcado um gol.


Texto originalmente escrito em 29 de julho de 2015 no blog Escrevendo Futebol.